Before & After Blue /Antes e Depois do Azul

English below!

Desde que as cores passaram a ser o tema dos domingos aqui no blog, contando um pouco da história de cada uma e seus efeitos psicológicos, tenho visto o mundo – literalmente – com outras cores. Foi engraçado ver pelas ruas a repetição das cores rosavioleta logo depois de escrever sobre elas… pareciam encontros propositais, tipo encenados pelo diretor da novela e eu já quase ouvia a musiquinha de fundo começando a tocar no momento que topava com aquelas manchas de cor pela cidade. Até postei algumas fotos sobre isso na minha conta do Instagram.

gamanacasa designspounge 4

Mas por alguma razão, isso não foi assim com a cor azul. Não por falta da cor na cidade, pelo contrário, afinal, é a cor preferida de quase todo mundo e eleita (junto com o rosa) a “cor do ano” para 2016. Talvez tenha sido exatamente esse ar de unanimidade (que é uma das coisas que eu considero mais suspeitas na face da Terra) ou, pelo menos, “voz da maioria” (e essa, se não é propriamente suspeita, é chata pra burro) que me anestesiou a vista para perceber essa cor cidade afora. Nada disso significa que eu mesmo não goste de azul. Gosto demais, principalmente se for num tom que se confunde com o cinza porque fica elegante e mais aconchegante, anulando a frieza do azul. Mas vou dar o braço a torcer… é uma paixão recente.

gamanacasa designspounge 6

Bom, se domingo é dia de cor, hoje é dia de inspiração e a de hoje vem de uma designer floral americana que compartilha a mesma paixão e decorou seu novo apartamento em Denver usando azul como “motivo condutor” (citando uma expressão musical… o “leitmotiv” de Richard Wagner, que costurava suas obras operísticas entremeando pequenos motivos musicais, cada um relacionado a uma personagem, emoção ou acontecimento). A matéria original foi publicada pelo site designspounge que eu adoro e vivo  remexendo. Os créditos de texto e fotos estão todos lá, é só clicar aqui para ler e se deliciar com muito mais fotos.

gamanacasa designspounge 3

Since I started dedicating the sunday postings to colours, telling a little bit of their history and psychological effects, I suddenly began seeing the world with diferent eyes. It was even funny to see the repetition of colours like rose and violet right after writing about them… it seemed to be like intentional meetings as if they were staged by a movie director and I almost could hear the musical soundtrack already beginning to play in the exact moment I bumped into those colour spots around the city. I even posted some pictures about this in my account on Instagram.

gamanacasa designspounge 2

But by a certain reason it was not like this with blue. Of course the colour is not missing in the city, on the contrary, since that is after all the favorite colour of almost everybody and was also chosen (together with rosa) to be “the colour of the year” in 2016. Maybe my eyes were just kind of numb for this colour in the city exactly because of this kind of unanimity (if there is one thing I considere most suspect over the Earth, that is it) or, at least, a “majority’s voice” (and this, if not suspect, is just horribly boring). All this doesn’t mean I don’t like blue. I do like it very much, specially when mixed with grey which gets elegant and more cozy, nullifying the cold side of blue. But I do must admit… this is a rather recent passion.

gamanacasa designspounge 5

Well but colour is the subject for sundays, today we have inspiration and for today it comes from an american floral designer who also shares my recent passion and decorated her new apartment in Denver using blue as “leitmotiv” (using here a musical expression… the conducting thread by Richard Wagner who sew his opera compositions intermixing musical motifs, each of them related to a character, feeling or fact). The original feature was published by desginspounge.com one of my favorite sites which I’m always turning upside down while looking for beautifull things. The credits for text and images are all there, just click here to read and enjoy yourself with so many other pictures.

5 comentários sobre “Before & After Blue /Antes e Depois do Azul

  1. Gosto do azul e do contrate legal que dá nos ambientes. 🙂 E taí o efeito bacana de se virar blogueiro ou escrever: ver de outros modos as coisas. Pode ser mágico.
    Não consegui acessar seu perfil aqui no WordPress, parece inacessível. Só consegui acessar seu blog por um link em e-mail. Estranho.
    Bem, até.

    Curtir

    1. Voce tem toda razao… ando sentindo isso como uma magia mesmo!!! Olhe, outra pessoa também reclamou do acesso e eu tentei entrar no seu blog e deu como inexistente… o que será que está acontecendo??? Abraco!

      Curtir

      1. Então, alguém tinha me falado do meu também e consegui ver isso ontem. Era o site do perfil que estava errado e, como o link dava acesso ao blog e não ao perfil, dava como inexistente. Tive que ir às configurações do perfil. O seu aqui aparecia como gamanacasawordpress.wordpress.com. De repente, é isso. Até. Abraços

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s