My piece of cake / Meu pedaço do bolo

English below!

Acho que a vida inteira eu gostei de casas… desde muito pequeno quando já gostava tanto de ver revistas como de brincar de desenhar plantas de casas. Foi um sentimento silencioso que me acompanhou a vida inteira, sem tomar a dianteira de nada mas sempre presente, colorindo muitas escolhas de uma maneira sutil mas peculiar o suficiente para tornar-se marca registrada.

Um momento em que esse gosto tomou protagonismo foi quando terminei meu período de um ano como artist in residence da Akademie Schloss Solitude em Stuttgart, na Alemanha e resolvia se continuava na Alemanha, voltava para a Áustria, para o Brasil ou mesmo se ia para algum lugar completamente novo…

Resolvi passar um tempo no Brasil pensando nisso e tropecei num estado de coisas dolorido, que me fazia sentir vergonha de minhas próprias dúvidas pessoais. A cada esquina que eu virava, via pessoas que faziam da calçada sua casa, que habitavam as ruas da cidade por falta de moradia. Não sofriam por suas dúvidas, sofriam por suas impossibilidades.

04.09 322

Aprendi o luxo que é ter o privilégio da dúvida pois inclui a possibilidade de escolher, de decidir, gozando a liberdade e assumindo a responsabilidade dos próprios atos. Seria injusto com o mundo agir como se ter esse privilégio fosse natural, como se a vida fosse uma festa para comemorar somente o meu aniversário e por isso eu ganho um bom pedaço de bolo enquanto os outros só olham. O absurdo cinismo de tal dádiva luxuosa não existe! O que existe é um chamado claro, um dever que eu escolho cumprir ou não cujo nome é: compartilhar!

04.09 325

I think all my life I’ve been enjoying homes in general… since I was a child and already loved to see magazines and play with drawing floor plans. It was a silent feeling that always followed me, without forging ahead but always there, coloring my choices in a subtle way but also peculiar enough to tunr into a kind of registered brand.

A moment in life when this love became protagonism was when i finished my term as artist in residence at Akademie Schloss Solitude in Stuttgart, in Germany. I was tring to choose between keep living in Germany, go back to Austria or Brazil or even go somewhere else where I’ve never been before…

I decide to make a trip to Brazil thinking about this and tumbled over a painfull situation that made me even feel ashamed about my own personal doubts. In every corner I turned I saw people who had only the sidewalk as their homes, living on streets by missing abode. They didn’t suffer their doubts, they suffered their impossibilities.

04.09 213

I learned how luxurious it is having the privilege of doubt since it includes the possibility to choose, to take a decision, enjoying the liberty and taking the responsability of my own acts. It wouldn’t be fair with the world if I act as if this would be just natural, as if life were a party to celebrate my birthday alone and therefore I get a bigger piece of cake while others only watch. The absurd cynicism of such a luxurious gift doesn’t exist! What exists is a clear call, a duty I choose to abide or not and the name of it is: to share!

04.09 141

8 comentários sobre “My piece of cake / Meu pedaço do bolo

  1. Querido, vc me deixou sem palavras!
    Eu o entendo porque tbm ja senti essa vergonha de mim mesma por poder escolher.
    Estou adorando acompanhar suas cronicas. Vc sempre soube expressar bem seus sentimentos.
    Creio que vou voltar a colecionar -las novamente, como fazia no tempo em que vc escrevia no jornalzinho de Tupan.
    Bjo saudoso.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Hoje eu estava no ônibus e vi um duas pessoas (moradores de rua) sentadas na calçada, me sentir uma bosta. Vemos e não temos coragem de fazer algo para ajudar. Estamos sempre esperando que outra pessoa tenha mais coragem que nós.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Mas nao é fácil mesmo nao Tatiane… É uma problema maior que nossa capacidade de agir por isso dá uma sensacao de impotencia horrível. Mas acho que a maneira de vencer esse sentimento é dar valor para as pequenas acoes para as quasi normalmente nao damos tanto valor e percebemos que temos muito mais poder para levar amor para as pessoas do que imaginamos!!

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s