Did Goethe ever eat oranges? / Goethe jamais comeu laranjas?

English below!

Gente… eu devo estar muito famoso mesmo!! Imagina só ser mencionado por Goethe! Sim, o grande poeta da língua alemã, Johann Wolfgang von Goethe!! Ele foi um dos grandes estudiosos das cores e publicou em 1810 um famoso estudo sobre elas, dividido em parte “didática”, parte “polêmica” e parte “histórica”… Apesar de nunca ter atingido seu objetivo de suplantar a Teoria da Luz de Isaac Newton, escrito uns 100 anos antes, a importância da pesquisa de Goethe é reconhecida até hoje como um dos fundamentos da psicologia das cores.

Gamanacasa vienna at home orange plate

Ah, onde ele fala de mim? Então, ele diz que pessoas que gostam da cor laranja (ou seja, eu!) são enérgicas, saudáveis e… cruas. Hmm? Segundo ele, crianças, selvagens e bárbaros… gostam da cor laranja porque é a cor com a maior concentração de energia mas para pessoas cultivadas, “é insuportável encontrar alguém vestido de laranja num dia cinzento”… Será que ele não está pegando meio pesado comigo? Eu não escolho dias cinzentos pra me vestir de laranja pra aborrecer as pessoas cultivadas, aliás, dia nenhum pois eu não “visto” laranja. O que eu gosto é de ter essa cor na decoração da casa como um destaque especial aqui e ali… por exemplo, no meu banheiro que tem a pia e a banheira rosa quartz e eu percebi que colocar uns toques cor de laranja por perto daria mais vida a essa cor um tanto pálida.

Gamanacasa vienna orange mirror

Esse Sr. Goethe pode me chamar de cru, de selvagem, de bárbaro se quiser mas quem nem mesmo sabia o nome da cor laranja era ele! Maior poeta da língua alemã… sei! Pra ele, a cor laranja era, quando muito,”vermelho amarelado”! É que a palavra orange só foi criada pelos franceses quando eles começaram a plantar essa fruta original da Índia, afrancesando o nome original “narang” (ou “nareng”). E o que tem tudo isso a ver com o aborrecimento das pessoas cultivadas? Na época do Sr. Goethe, uniformes policiais eram alaranjados… Pelo jeito, além dos 360 deputados brasileiros (entre 513) e 49 senadores (entre 81) investigados por corrupção,  parece que desde aquela época muita gente importante tinha problemas com a polícia. Será que Goethe tinha tanta vontade de provar o gostinho da fruta exótica que tentou roubar laranjas?

Gamanacasa vienna orange fruits

My people… I might be really famous!! Imagine being mentioned by Goethe himself!! Yes, the great poet of german language, Johann Wolfgang von Goethe!! He was a great studious of colours and published in 1810 a famous book about it, which he divided in “didactic” part, “controversial” part and “historic” part…Altough he never reached his goal to supplant Isaac Newton’s Theory of Light (written about 100 years before) the importance of Goethe’s research is recognized until today as one of the fundaments of colour psychology.

New tiles & floor gamanacasa

Ah, and where does he speak about me? Look, he says that people who like the colour orange (that means… me!!) are energic, healthy and… crude. Hmmm? According to him, children, wild and barbarians… like the colour orange because it is the colour with the biggest concentration of energy but for educated persons it is unbearable to meet people dressed in orange in any grey day… Isn’t he taking a little bit to hard on me? I don’t choose grey days to dress orange in order to upset educated people! Nor any day! I simply do not “dress” orange. The way I like to use the colour is taking it as a special accent here and there for home decoration… for example, since my bathtube and sink are in a pale rosa quartz tone, I noticed that my bathroom would look much more lively with a few orange touches.

Gamanacasa vieena at home orange mirror

This Mr. Goethe may call me crude, wild, barbarian as much as he wants but he himself was the one who didn’t even know the name of this colour!! The great poet in german language… I see! For him, the colour orange would be a “yellow-ish red” at the most! That is because the word “orange” was created by french people only when they began planting this fruit in France. The fruit comes originally from India but they made the original name  “narang” (or “nareng”) sound more french calling it orange. And what all this has to do with upseting educated people? At Mr. Goethe’s time, police uniforms were orange… It looks like beyond 360 brazilian deputies (out of 513) and 49 senators (out of 81) who are under investigation for corruption, a lot more important people also had problems with the police. Could it be that Goethe wanted so hard to taste the exotic fruit that he tried to steal oranges?

Gamanacasa vienna orange chair

6 comentários sobre “Did Goethe ever eat oranges? / Goethe jamais comeu laranjas?

  1. É verdade que, até meio século atrás, laranja era fruta rara na Europa central. Nos anos cinquenta, no encerramento do ano escolar, cada aluninho de escola primária ganhava, de presente de Natal, uma pequena vela colorida e… uma laranja.

    O fruto foi introduzido na Europa em duas vagas. A primeira veio com os cruzados, entre o séc XI e o séc. XIII. Uma segunda onda cítrica foi trazida da China pelos portugueses, já no século XVI.

    Embora seja tentador imaginar que Herr Goethe (1749-1832) nunca tenha visto uma laranja «in natura», a ideia é pouco provável. O poeta viveu dois anos na Itália, onde viajou por Veneza, Florença, Bolonha e, principalmente, Roma.

    É pra lá de provável que tenha visto laranja. E deve ter até provado. Se não dá pra provar que provou, tampouco dá pra provar o contrário.

    Curtir

    1. Meu querido, que delícia de comentário! Muito obrigado!! Mas veja, se eu nem mesmo acreditar que Goethe nunca viu laranjas… como poderei acreditar que era realmente eu o citado por Goethe? Assim voce acaba com as minhas chances de provar que sou famoso!! 😉

      Curtir

      1. A fama vem, às vezes, por caminhos tortuosos, Marcelo.

        Pensando bem, mais vale deixar memória associada a um grande poeta do que ser lembrado por ter sido um «laranja» lavado a jato. Ou não?

        Valha-nos São Benedito! Que nos valha também Sankt Leopold, der Heilige!

        Curtir

  2. Orange is indeed a vivacious color…full if charge n gusto. Most in America do not favor it because it has a resemblance to the OrangePrison jump suits worn in prisons and jailcells. Not exciting for the over educated maybe. I like it in small does and enjoy the fruit-narange:)

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s