Lights, Drama, Feelings! / Luzes, Drama, Sentimentos!

English below!

O post de ontem falava sobre a essência do post de hoje. Resolvi separar em dois pra evitar um texto longo demais. Eu sempre falo a respeito de usar cor nas paredes, em vez de deixá-las todas brancas. Mais do que falar mal das paredes brancas, a única coisa que eu critico é o fato de seu uso ser generalizado, em vez de ser uma escolha consciente.

Gamanacasa vienna university sunlight
Universidade de Viena

 

As fotos de hoje mostram ambientes públicos onde a composição do espaço normalmente é muito mais consciente do que no espaço privado. Isso acontece porque sempre estão nas mãos de profissionais que incluem a decoração como parte da arquitetura, mais que simplesmente um adorno posterior. Além disso, são prédios antigos, de quando se tinha liberdade para planejar os elementos da construção de uma maneira mais dramática que hoje.

gamanacasa vienna votivkirche sunlight 2
Igreja Votiva , Viena

Não estou usando aqui a palavra drama no sentido de algo conflitante ou exagerado. Estou só usando um pensamento teatral, já que essa é a minha profissão, para me referir a um “espaço dramático”, um lugar que serve de palco para apresentarmos sentimentos diferentes, como reflexo do que falei ontem no post. Seria assim, o exemplo contrário às paredes brancas, onde a luz fica “achatada”, diluída pela distribuição exagerada da cor branca. Em paredes coloridas, principalmente as mais escuras, é possível ver a entrada luz, o caminho que ela percorre ao entrar num ambiente… o célebre efeito poético da réstia de luz entrando pela janela no final da tarde que faz qualquer um suspirar. Então,  com paredes brancas… esquece tudo isso.

gamanacasa vienna votivkirche sunlight
Igreja Votiva, Viena

The posting yesterday talked about the essence of this posting today. I decided to separate both to avoid a much too long text. I always talk about using colours on the walls instead letting them all white. More than speaking  negatively about white walls, the only thing I critisize is the fact of its widespread use being rather unconscious than a intentional choice.

gamanacasa vienna university sunlight
University, Vienna

The pictures today show public rooms where the composition of space is normally much more conscious than in the private space. That happens because they are always in the hands of professionals who include decoration as part of the architecture, more than being simply a later adornment. Beyond that, they are old buildings, from a period when people had more freedom to plan all elements of construction much more dramatically than today.

Gamanacasa vienna votivkirche sunlight
Votive Church, Vienna

I’m not using the word drama here in the sense of something conflicting or exaggerated. I’m using a theatrical thought, since this is my profession, to refer to a “dramatic space”, a place that can be used as stage to display diferent feelings, reflecting what I told yesterday. In that sense, it is the contrary example to white walls. With colourful walls –  specially in the darker colours – it is possible to see the light entering the room, the way that it traverses the space… like the famous poetic effect of a ray of light that comes through the window in the end of the afternoon that makes everybody gasp. So, with white walls… forget it.

Gamanacasa vienna organ peterskirche
St. Peter’s Church, Vienna

3 comentários sobre “Lights, Drama, Feelings! / Luzes, Drama, Sentimentos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s